PÓS-CRIMA


COMO SURGIU O PÓS CRISMA?

 O Sacramento da Crisma não deve estar limitado, cristalizado ou algo de forma segmentada. Muitos até acreditam que a celebração da Crisma é a data certa para o seu encerramento.

Crismar-se significa dar início para uma vida cristã. Daí a necessidade de dar ao grupo de crismados, uma continuidade para que o jovem chegue ao processo de amadurecimento enquanto grupo, e por conseqüência, amadurecer também na fé enquanto ser social, humano e cristão.

Pensando em garantir a continuidade dos jovens na Igreja após o sacramento da Crisma, a Pastoral da Crisma ciente deste grande desafio para a comunidade cristã nos dias atuais, propôs a criação do Pós Crisma.

O Grupo de jovens – Pós Crisma, foi idealizado em junho de 2008 e hoje conta com os jovens já crismados que desejam continuar atuantes na Igreja.  Esta seqüência acontece na caminhada em grupo pela convivência nos encontros para reflexão e planejamento da ação.

 

QUAL A IMPORTÂNCIA DESTE GRUPO PARA A COMUNIDADE?

 Unidos pela fé, os jovens tornam-se amigos e partilham de experiências que permitem conhecer-se melhor, acolher e a compreender o outro, tornando se ainda conscientes e participativos na Igreja e na comunidade. Os encontros caracterizados pelo típico clima jovem, criam uma interação harmoniosa dos membros do grupo, permitindo que amadureçam na fé e possam ser cristãos transformadores do mundo.

Enfim, no Pós Crisma, a formação integral do jovem enquanto cristão, tem um espaço privilegiado. Ver o jovem fazer uma caminhada em grupo, crescendo na fé, no relacionamento com o outro e consigo mesmo, na consciência critica e na ação prática, nos traz boas expectativas de que serão esses jovens que evangelizaram outros jovens.

 O QUE É ABORDADO NOS ENCONTROS?

 Os temas são escolhidos de acordo com a necessidade do grupo, mas em linhas gerais: a convivência, a amizade, as doutrinas da Igreja, (e neste parâmetro aprendemos sobre um pouco de liturgia, Bíblia). É desenvolvido ainda o aspecto motivacional, a ética e outros temas transversais. Sem falar no trato da atuação e postura enquanto monitor de crisma. Afinal, os futuros monitores serão convidados a partir do sucesso e destaque dos jovens neste grupo. Todos os temas são abordados de maneira sistemática, descontraída e diferenciada do convencional, atendendo aos anseios dos jovens sem distorcer o sentido dos conteúdos abordados. È uma mescla boa de como, e do que os jovens querem e precisam “aprender”.

Leia mais: http://pastoraldacrisma.webnode.com.br/o-pos-crisma/


Articulador: 

José Augusto Machado


Encontros todos os SÁBADOS à partir das 17h.